PLATAFORMA DE EX-ALUNO DO CIn AUXILIA A DESMISTIFICAR DOENÇAS

Cloves (esq) e George Alberto, CEO da Ijoin Soft
Com objetivo de auxiliar no compartilhamento de informações sobre doenças e deficiências genéticas, um ex-aluno do Centro de Informática (CIn) da UFPE criou a Rede Social Educacional de Saúde – Inova Paciente. Desenvolvida por Cloves Rocha, que tem o título de mestre pelo Centro, a rede promove cursos, tem uma comunidade e uma loja online.
A ideia surgiu a partir do projeto de pesquisa de Mestrado em Ciência da Computação (CC) de Cloves. O pesquisador tem um filho de 4 anos que foi diagnosticado com a Deficiência em G6PD, uma doença hereditária recessiva ligada ao cromossomo X que, frequentemente, desencadeia uma anemia hemolítica. O diagnóstico foi feito a partir do teste do pezinho ampliado, realizado em rede privada – contudo, no Sistema Único de Saúde (SUS) o teste ampliado ainda não é realizado em todos os estados brasileiros. Cloves percebeu, então, certas dificuldades para a população obter informações sobre doenças e deficiências genéticas.
Foi quando resolveu desenvolver a Inova Paciente, uma Rede Social Educacional de Colaboração, Aprendizagem e Informação para auxiliar a desmistificar essa temática. Para o projeto sair do papel, foi criada a startup Ijoin Soft sob o comando do CEO George Alberto, aluno disciplinas isoladas de mestrado no Centro, que financiou o projeto inicial e tem colaborado na área de design e comunicação digital. O professor José Lopes, líder Educacional do Openredu.org, também atua na Ijoin Soft como Coordenador de Negócios Educacionais. O Openredu é outra plataforma desenvolvida pelo grupo de pesquisa do CIn-UFPE CCTE.
Além do líder educacional do projeto, o Inova Paciente compartilha também com o Openredu a tecnologia do seu ambiente de aprendizagem, idealizada para proporcionar maior interatividade entre os participantes. A Inova Paciente oferece serviços que estão conectados na nuvem, favorecendo a realização de MOOCs (Curso Online Aberto e Massivo). A ideia é que os usuários da plataforma possam aprender com referências regionais, nacionais e internacionais no assunto a ser abordado, como a Deficiência em G6PD; a HSAN, neuropatia sensorial e autonômica hereditária, condição usada para descrever qualquer tipo de doença que inibe a sensação; Anemia Falciforme; o Autismo; TDAH; e Déficit de Atenção.
Para etapas futuras do projeto, Cloves comenta que o grupo está procurando engajar comunidades e outros Hubs Sociais na área de Microcefalia por Zika e outras doenças. Quanto ao site, há expectativas de realizar operações com Bitcoins e disponibilizar um chatbot no ambiente de aprendizagem virtual. Já é possível ter acesso ao Inova Paciente através deste link.
Sobre Iúri Moreira 339 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.