PORTO DIGITAL É DESTAQUE EM PREMIAÇÃO DO IPHAN

O arquiteto e diretor executivo do Porto Digital, Leonardo Guimarães, recebe do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. O parque tecnológico venceu na categoria “Excelência em Gestão Compartilhada do Patrimônio Cultural”, que reconhece as ações de revitalização do Bairro do Recife promovidas, de forma direta ou indiretamente, pelo Porto Digital. A honraria será entregue nesta terça (24) em cerimônia realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com a participação de diversas expressões culturais registradas pelo Iphan como Patrimônio Cultural Brasileiro.

Desde sua fundação, em 2000, o Porto Digital já contabiliza  mais de 80 mil metros quadrados de edificações históricas do Bairro do Recife foram recuperadas. A previsão é de que até o final de 2018 mais 40 mil metros quadrados sejam revitalizados em mais cinco prédios – além do Núcleo de Gestão do Porto Digital, que restaurou oito imóveis no centro da cidade (sete no bairro do Recife e um em Santo Amaro), as empresas e instituições e associações que fazem parte do parque tecnológico também desempenharam papel um decisivo nesse marco.

“As pessoas sempre associam o Porto Digital ao desenvolvimento tecnológico, às empresas que desenvolvem soluções inteligentes, mas temos esse legado em paralelo que é também muito importante: somos um instrumento de transformação de áreas históricas do Recife e, por isso, esse prêmio tem um significado especial para nossa equipe”, explica o arquiteto e diretor-executivo do parque tecnológico, Leonardo Guimarães.

O Apolo 235, localizado na esquina da Rua do Apolo com a Rua do Observatório, é o exemplo mais recente do trabalho de restauro promovido pelo Porto Digital. O prédio, que há pouco estava em ruínas, foi restaurado com verbas do BNDES e do Governo de Pernambuco e hoje abriga as principais ferramentas de incentivo ao empreendedorismo do Porto Digital – é lá que ficam a Jump, incubadora e aceleradora de negócios, o Laboratório de Objetos Urbanos Conectados (L.O.U.Co) e também estruturas como auditório, Design Center e galeria de artes digitais, espaços vocacionados para a realização de eventos.

Sobre Iúri Moreira 345 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.