São Paulo F.C. traz tecnologia SAP da Atos para as quatro linhas

Atos

Em uma iniciativa para aprimorar e modernizar sua administração, o São Paulo Futebol Clube assinou contrato com a Atos, empresa de tecnologia europeia, para implantação do SAP S/4HANA, sistema de gestão integrada que processa dados em tempo real. A notícia foi divulgada durante o SAP Fórum Brasil, em entrevista exclusiva para o Blog do Moreira.

O sistema foi desenvolvido pela SAP, gigante alemã de tecnologias para gestão de negócios, e vai ajudar o São Paulo a administrar de forma digital e automatizada os departamentos de finanças, gestão fiscal, suprimentos e controle de ativos e bens — como prédios, terrenos, centros de treinamento, entrada e saída de materiais, estoque de produtos e medicamentos, entre outros processos. Também será digitalizada a gestão de contratos de jogadores e CLT. Com a implantação do SAP S/4HANA, feita pela Atos, o ganho de produtividade, economia de tempo e recursos gastos com processos burocráticos pode chegar a 80%.

Alexandre Morais, diretor da Atos

"A Atos tem comprovado seu know-how e experiência para alinhar as aplicações SAP aos objetivos de negócios das empresas nos últimos 35 anos, promovendo redução de custos e ganhos operacionais, além de habilitar as organizações para transformação digital. E o São Paulo é o primeiro clube do Brasil a utilizar o S/4HANA, o que o coloca no patamar de clubes de ponta no mundo que utilizam soluções SAP para otimizar gestão do seu negócio, do desempenho de jogadores e do engajamento com torcedores. Entre eles estão o Bayern de Munique, Manchester City e o time alemão TSG Hoffenheim, por exemplo. A solução traz o que há de mais moderno do ponto de vista de tecnologia, otimização de processos e possibilidade de incorporação dos negócios ao meio digital", revelou o diretor de Transformação Digital da Atos, Alexandre Morais.

De acordo com o executivo, o negócio do clube vai trabalhar de forma integrada, utilizando práticas amplamente testadas. "Além de trazer essa eficiência operacional e dar a habilitação para negócios digitais, o clube vai poder utilizar um pool de ferramentas específicas para o futebol, utilizadas inclusive pela seleção da Alemanha, para controle do time propriamente dito. Essas ferramentas analisam performance, identificam talentos na base e mapeiam como os adversários estão jogando e quais as alterações técnicas que precisam ser feitas", explicou.

Um bom exemplo disto aconteceu na copa do mundo do Brasil, quando um técnico trocou o goleiro de sua seleção três minutos antes do fim do tempo regulamentar. "Ele analisou os batedores de pênaltis através de um assistente e chegou à conclusão que o outro goleiro se sairia melhor, por conta de suas características. Com base nesse conjunto de informações, as decisões do São Paulo serão melhor embasadas", avisou.

Através de informações repassadas por chips nos jogadores e de sensores dentro de campo, o treinador vai ficar sabendo, por exemplo, o quanto seu atleta está correndo, o quanto cabeceia, seu arranque e velocidade, entre outras informações. "Tudo isso é transfomado em estatística, inclusive dos times adversários, otimizando a escalação. Se meu adversário tem um atacante de alta explosão, vou escalar um zagueiro com as mesmas características, e assim por diante", exemplificou Morais.

A seleção da Alemanha, atual campeã do mundo, é uma das pioneiras na utilização do sistema para a gestão de informações esportivas obtidas em tempo real, como dados de desempenho dos jogadores em campo, condicionamento físico e de saúde dos atletas. "É possível ainda captar, por meio do suor do atleta, os níveis de ácido lático em seu organismo, identificando assim quais jogadores estão mais desgastados ou na iminência de uma contusão", concluiu Morais. Outra aplicação da plataforma é a gestão dos programas de sócio-torcedores e de utilização comercial das arenas. Com base no histórico de comportamento dos fãs, será possível, por exemplo, determinar o valor médio do ingresso mais adequado para determinado jogo.

Nuvem - A implantação do SAP S/4HANA vai levar o clube a um novo patamar de tecnologia, que inclui reorganização de processos e a transferência de seus sistemas de gestão e processamento de dados para plataformas na nuvem, hospedadas, geridas e suportadas remotamente. Essa transferência garante maior agilidade e confiabilidade para a gestão das informações, já que o clube não dependerá mais de servidores localizados na sede do São Paulo.

 

Sobre Iúri Moreira 455 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.