Yamaha NMAX 160 ABS: mais beleza e conforto

Mais bonita e confortável, a Yamaha NMAX 160 ABS 2018 acaba de chegar. Além de novas opções cores, como o Preto Eclipse (Preto sólido), R-White (Branco Metálico) e a exclusiva Matt Red (Vermelho fosco) – que segue a atual tendência de cores com acabamento fosco –, na NMAX 2018 a cor das rodas passa a ser em preto, conferindo um aspecto ainda mais agressivo e esportivo ao scooter. Já o assento, agora mescla duas diferentes texturas e ainda uma elegante costura que ressalta suas formas.

Outra mudança ficou por conta dos amortecedores traseiros, que receberam calibragem mais macia para privilegiar o conforto. No restante, a NMAX permanece o mesmo, incrivelmente ágil, seguro e prazeroso de ser pilotado. Mas há muitos outros detalhes na NMAX 160 ABS que o tornaram um sucesso, elevando o patamar da categoria da qual faz parte, a começar pelo seu motor repleto de refinamentos técnicos que deixam claro o quanto ele é moderno, eficiente e de funcionamento suave.

O primeiro grande ponto positivo a favor deste moderno monocilíndrico, com quatro válvulas e arrefecimento a líquido, é o simples fato dele ser o mais potente de sua categoria, gerando a potência máxima de 15,1cv a 8.000 rpm e o bom torque máximo de 1,47 kgf a 6.000 rpm. Ele foi desenvolvido com o objetivo de criar uma nova geração de motores compactos com eficiência e economia de combustível, atendendo todos os rígidos parâmetros brasileiros atuais de emissão de poluentes.

Em sua concepção, a Yamaha se concentrou em reduzir as perdas de potência com a aplicação de tecnologias avançadas, como a melhoria da eficiência na queima da mistura Ar/Combustível e arrefecimento do motor.

Na busca por desempenho e eficiência, o sistema de arrefecimento recebeu um novo design para que fosse possível um melhor controle na temperatura de funcionamento do motor. O sistema de arrefecimento é compacto e conta com o radiador posicionado na lateral direita do propulsor. A solução foi pensada para se obter um melhor controle da temperatura da câmara de combustão (temperatura média de 800°) e assim tornar mais eficiente a queima da mistura ar/combustível melhorando o torque e a potência do motor.

Injeção de combustível
Outro diferencial do motor da NMAX é a posição do injetor de combustível. Ele fica próximo da válvula de admissão para não só melhorar a homogeneização da mistura ar/ combustível, como para reduzir a carbonização.

Outra inovação é o sistema VVA (Variable Valve Actuation) de controle de abertura variável de válvulas – aliás, o primeiro deste tipo a ser utilizado em um scooter. Ele é capaz de oferecer um bom torque em baixas rotações, potência em médias e altas, e ainda assim garantir economia de combustível, claro, respeitando os limites severos de emissões de poluentes.

O sistema de controle de abertura variável de válvulas determina o momento abertura e fechamento das válvulas, sejam elas de admissão ou de escape.

O momento que as válvulas abrem e fecham, o quanto abrem, e o tempo em que permanecem abertas, determinam toda a característica de funcionamento do motor. Normalmente o comando de válvulas é projetado para escolher uma das alternativas: obter potência em altas rotações ou melhorar o torque em baixas rotações. Dessa forma, em um comando de válvula convencional ou se ganha potência em alta ou se perde o torque em baixas rotações, ou vice-versa.

Na Yamaha NMAX 160 ABS, graças ao sistema VVA, isso não existe. Nela é possível ter um ótimo torque em baixa e também belas respostas em alta rotação. O que o sistema faz é comandar o momento de abertura e fechamento das válvulas conforme a rotação do motor e a carga, tudo controlado através de uma unidade eletrônica. Dessa forma é possível ter duas características diferentes na mesma motocicleta. Na prática o VVA faz com que a NMAX seja ágil nas arrancadas e retomadas no deslocamento urbano.

Tecnologia Yamaha
A NMAX traz em seu motor a tecnologia empregada nos modelos da família MT e na YZF-R3; o cilindro deslocado que minimiza as perdas por atrito entre o pistão e a parede do cilindro; e a tecnologia DiASil no cilindro, que melhora a dissipação de calor gerado pela queima da mistura Ar/combustível, proporcionando melhor eficiência e durabilidade.

A tecnologia DiASil não é apenas um revestimento, mas sim uma nova composição de material criada pela Yamaha. Ele é leve e com ótima dissipação térmica e resistência mecânica, o que reduz o desgaste do cilindro e aumenta a vida útil do motor. Como isso funciona? O desgaste do cilindro é ocasionado pela temperatura que não é totalmente dissipada das paredes internas, com a tecnologia DiAsil (Die cast Aluminum silicon) - Fundição do alumínio com silício - a dissipação do calor é mais efetiva, o que reduz o atrito causado entre o pistão e o cilindro.

Já o cilindro deslocado é uma tecnologia recente da Yamaha já presente em modelos de alta performance como a YZ450F de motocross, onde o cilindro é deslocado a partir do centro do virabrequim para reduzir perdas por atrito. Ao deslocar o cilindro, a posição da biela é perpendicular em relação ao cilindro e, no momento da combustão, o pistão não é forçado contra a parede do cilindro. Isso melhora o torque do motor.

Design inspirado
Para quem quer aproveitar a vida na cidade de uma maneira estilosa, prática, acessível e não quer abrir mão do prazer de pilotar, a Yamaha NMAX é a opção.

Seu design combina de esportividade e conforto, marcas registradas da família de scooters MAX da Yamaha. Ele combina estilo e bom gosto, à linhas arrojadas, transmitindo desde a primeira vista, a sensação de ser um scooter fácil de manobrar, funcional e prático para o dia-a-dia. O formato aerodinâmico da carenagem lateral, com o design "Boomerang” da NMAX, são outras características marcantes presentes na família MAX.

Suspensões: maior suavidade para 2018
Parte da sensação de conforto na condução e também de equilíbrio, se dá em função do conjunto de suspensões da NMAX. No modelo 2018, os amortecedores traseiros Double Shock (curso de 90mm na roda) ganharam uma calibragem mais macia, privilegiando o conforto. Já o garfo dianteiro, com curso de 100mm, permaneceu sem qualquer tipo de alteração.

Na NMAX 2018, as rodas ganharam nova cor, agora em preto. Elas são forjadas em liga de alumínio, tem 13 polegadas diâmetro e são calçadas com pneus largos, sem câmara (110/70 na dianteira e 130/70 na traseira).

O modelo 2018 da NMAX está disponível nos Concessionários Yamaha a partir da primeira semana de agosto/2017. O preço sugerido é de R$ 11.690,00 + frete.

Sobre Iúri Moreira 431 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.