CESAR abre chamada para a Fábrica Educacional de Software

Fábrica

Empresas brasileiras já podem se inscrever na nova chamada para a Fábrica Educacional de Software lançada pela CESAR School. O edital disponibiliza os alunos do Mestrado Profissional em Engenharia de Software para desenvolverem soluções que visem o fortalecimento destas entidades e que contribuam para o incremento das atividades inovadoras nas empresas, em especial as de pequeno e médio porte.

Com a experiência, os estudantes da disciplina Fábrica de Software podem realizar na prática o que estão aprendendo na teoria. Para as empresas é a chance de ter solucionado, sem custo algum, um problema interno que possa dificultar ou impedir seu desenvolvimento. A chamada está aberta até o dia 05 de novembro.

O Mestrado Profissional da CESAR School é ministrado por profissionais do CESAR e parceiros externos com grande experiência de mercado. Tem duração de até dois anos e a fase de desenvolvimento das soluções leva cerca de cinco meses. Os alunos são divididos em grupos e, com orientação dos professores da instituição, criam softwares, protótipos ou provas de conceito para resolver um problema. “Um dos objetivos do aprendizado baseado em problemas reais (Problem Based Learning) é despertar nos alunos a capacidade de entender uma situação específica e pensar em soluções inovadoras sob o ponto de vista tecnológico e de mercado”, afirma Felipe Furtado, Executivo Chefe de Educação do CESAR.

O edital de seleção dos problemas está disponível no endereço http://bit.ly/editalfabricadesoftware. As empresas interessadas devem enviar proposta exclusivamente pelo e-mail contato@cesar.school até o dia 05 de novembro. A seleção das propostas será feita pelos integrantes da Fábrica Educacional de Software da CESAR School e por gestores do CESAR. A divulgação do resultado será por e-mail no dia 13 de novembro.

*Via assessoria

Sobre Iúri Moreira 577 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*