Extremotec certifica primeiras 34 empresas de tecnologia na Paraíba

Trinta e quatro empresas do setor de tecnologia e inovação de João Pessoa receberam, nesta quinta-feira (30), os certificados de adesão ao Polo de Tecnologia Extremo Oriental das Américas (Extremotec). A cerimônia aconteceu na Estação Ciências, no Cabo Branco, com a presença do prefeito Luciano Cartaxo, secretários municipais, vereadores, representantes das instituições parceiras e empresários.

O Extremotec tem como principal missão criar um ambiente que estimule o setor de tecnologia e inovação e reunir instituições de ensino e pesquisa e o setor produtivo, promovendo a troca de informações estratégicas entre empresas, propiciando a incorporação de tecnologia de ponta e novas abordagens no processo produtivo de cada participante. Esta iniciativa promete alavancar a economia de João Pessoa.

Para Cláudio Piomonte, presidente executivo da Associação de Usuários de Tecnologia da Paraíba (SUCESU PB), a concretização do Polo Extremotec é um fator que vai colocar as empresas de base tecnológica de João Pessoa em um patamar de igualdade com outras empresas que já participam desse tipo de ecossistema em outras cidades, como Recife, Natal e Campina Grande.

“A simples junção da academia, do fomento e do mercado, amplia os horizontes dos nossos empreendedores e dá condições de voos mais altos. O benefício socioeconômico para a cidade vai se refletir em produtos e serviços de maior valor agregado, melhoria na formação da mão de obra e na geração de riquezas, melhorando, ainda mais, a qualidade de vida em nossa cidade”, afirma Cláudio.

O Polo está em fase de formalização jurídica e, por enquanto, atua com um núcleo de transição formado pelas secretarias de Ciência e Tecnologia (Secitec) e da Receita Municipal (Serem) da Prefeitura Municipal de João Pessoa, além da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Associação de Usuários de Tecnologia da Paraíba (SUCESU PB), Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio), Sebrae, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), entre outras.

O projeto de lei para criação do Polo, proposto pelo vereador Thiago Lucena, foi aprovado, em 19 de dezembro, pela Câmara Municipal. Segundo ele, a solenidade de entrega dos certificados das primeiras empresas que se filiaram ao Extremotec, é um marco. “Parabenizo todas as entidades envolvidas no processo e o Prefeito Luciano Cartaxo por ter acolhido a proposta e ver a importância disso para João Pessoa. A nova economia tem que facilitar cada vez mais a vida do empreendedor. E as empresas nessa área podem desenvolver negócios com o mundo todo. Por isso é importante que João Pessoa trabalhe cada vez mais para se tornar uma referência mundial em tecnologia e inovação”, comenta o vereador.

Para Anderson Teixeira, diretor do Grupo e-Gen, uma das empresas certificadas, a criação do Extremotec é muito importante para a cidade e vai trazer desenvolvimentos para o setor. “Nós somos uma empresa que investe sempre em inovação e busca desenvolver seus talentos. E ter um ambiente de inovação que integra governo, empresas e a academia, é muito importante para fazer esse desenvolvimento do setor. Além disso, o Polo dará suporte para a comercialização dos produtos e soluções desenvolvidas em João Pessoa”, afirma.

Qualquer empresa do ramo de tecnologia e inovação pode fazer a solicitação de adesão ao Polo, que pretende posicionar João Pessoa no mapa das cidades tecnológicas, fomentando o desenvolvimento da inovação, gerando emprego e renda e alavancando a economia de João Pessoa.

*Via assessoria

Sobre Iúri Moreira 595 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*