FORD FUND INICIA SELEÇÃO DE STARTUPS PARA APOIAR PROJETOS COM IMPACTO SOCIAL

O Ford Fund, braço filantrópico da Ford, e a Artemisia, aceleradora de negócios, vão selecionar startups de todo o Brasil para apoiar projetos de soluções inovadoras de mobilidade que também ofereçam potencial de gerar impacto social para pessoas da baixa renda. O programa, chamado Ford Fund Lab: Inovação e Mobilidade, vai receber inscrições até 17 de setembro, por meio do site www.artemisia.org.br/fordfundlab.

Ao final do programa, serão escolhidos três projetos que receberão a doação de US$ 6.600 dólares cada do Ford Fund como capital semente. O critério principal na seleção das propostas será o potencial de alcance social dos projetos.

“O objetivo da parceria é formar uma base para o desenvolvimento de negócios de impacto social na área da mobilidade e transporte no Brasil, com foco principalmente nas famílias de baixa renda e sua dificuldade de acesso a serviços essenciais como escolas, hospitais, bancos e até oportunidades de emprego”, diz Adriane Rocha, gerente de Relações Corporativas e Responsabilidade Social da Ford.

Novos negócios – A Artemisia, pioneira no fomento de negócios de impacto social no Brasil, desenvolveu uma metodologia exclusiva de aceleração de curto prazo de startups, com duração de cinco semanas, que será utilizada no apoio aos projetos. O processo de seleção dos inscritos terá três fases: análise das informações no formulário de inscrição; entrevista com os finalistas; e seleção final pelo comitê.

“Garantir mobilidade é garantir o acesso a direitos básicos e promover uma sociedade mais saudável e autônoma. A aliança estratégica entre a Artemisia e o Ford Fund tem o objetivo de desenvolver e fortalecer uma nova geração de negócios de impacto social com soluções inovadoras em mobilidade – tema que é transversal a outros setores estruturantes para o desenvolvimento da população de baixa renda”, explica Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia.

Seleção – Podem se inscrever no programa negócios de todo o Brasil que apresentem soluções focadas em mobilidade com impacto social positivo para a população de menor renda. O uso de fontes de energia limpa e sustentável e a redução de impactos ambientais serão outros quesitos considerados.

Até 20 startups serão selecionadas, que vão receber apoio para a formatação do modelo de negócio e refinamento do seu impacto social. Nessa fase, elas terão a orientação de especialistas, acesso a ferramentas inovadoras e conteúdos exclusivos, além de contato com outros empreendedores do setor. A ideia é dar aos empreendedores maior clareza dos próximos passos do seu negócio para crescer e gerar impacto positivo na sociedade.

O objetivo é buscar soluções, por exemplo, que aumentem a disponibilidade, diversidade, previsibilidade, agilidade, segurança, acessibilidade, autonomia e qualidade dos meios de transporte, reduzindo custos e distâncias. E, também, que viabilizem o acesso de empreendedores e produtores de menor renda a mercados, conectem pessoas a produtos e serviços básicos, como saúde e educação, e adequem o espaço público para aprimorar a mobilidade, fortalecendo a cidadania.

Sobre Iúri Moreira 548 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*