Intercâmbio no exterior em apenas um clique

Intercâmbio

De acordo com a “Pesquisa Selo Belta”, divulgada pela Belta – Brazilian Educational & Language Travel Association, que analisa os números do mercado de intercâmbio do Brasil, o setor movimentou R$ 2,2 bilhões em 2016. Com o aumento de interesse, estudantes de todo país agora têm a oportunidade de buscar informações de diversas opções de intercâmbio sem sair de casa. Trata-se da plataforma EDUvirtualEXPO, feira virtual de intercâmbio, criada pela FPP Edu Media, que ajuda estudantes a selecionar oportunidades educacionais junto a mais de 900 instituições em todo o mundo como Universidades, Escolas de Idiomas, Agências de Intercâmbio, Agências Governamentais e muitas outras instituições internacionais.

plataforma, que possibilitou que as feiras físicas de intercâmbio organizadas da FPP EDU Media, como a EDUEXPO e a EDUCANADA migrassem para o mundo virtual, foi desenvolvida pela DB1 Global Software, multinacional de tecnologia sediada em Maringá – PR e idealizadas e criadas pela FPP EDU Media. O projeto começou em 2015 e as primeiras feiras-piloto organizadas em 2017 já impactaram 6.205 estudantes de todo o mundo.

As feiras virtuais funcionam exatamente como feiras físicas e as instituições educacionais têm estandes que podem ser visitados pelos estudantes para obter informações detalhadas e até mesmo conversar ao vivo, diretamente com representantes das universidades. Por meio da plataforma é possível conversar em tempo real com representantes de escolas e universidades, se informar sobre os custos relacionados ao estudo no exterior e como, em algumas circunstâncias, estes podem ser reduzidos, escolher diferentes tipos de acomodação e seus custos, além de coletar informações sobre diferentes tipos de vistos para escolher o tipo certo de acordo com o perfil do estudante.

Para o presidente da FPP Edu Media, Julio Ronchetti, a plataforma web EDUvirtualEXPO, expande o modelo de negócio da empresa, focado em ajudar universidades a recrutar estudantes de forma mais econômica. “As feiras virtuais são mais abrangentes e inclusivas, pois possibilitam que estudantes de todos os cantos do mundo – e não apenas nas principais praças onde as feiras físicas acontecem – encontrem centenas de oportunidades educacionais disponíveis”, explica o executivo.

Para David Santos, diretor da unidade IT Services da DB1, transformar um velho sonho da FPP Edu Media em realidade e desenvolver a plataforma de feiras virtuais foi enriquecedor. “É uma honra para a DB1 trabalhar em conjunto com a FPP Edu Media em um projeto com potencial de mudar a vida de estudantes em todo o mundo. É como abrir uma janela para um mundo de possibilidades”, complementa David.

As próximas feiras virtuais estão agendadas nas seguintes datas:

  • 21 de janeiro 2018 – estudantes da Índia, Nepal e Sri Lanka
  • 7 de abril 2018– estudantes latino-americanos dos países de língua espanhola
  • 14 de abril 2018 – estudantes brasileiros e caribenhos
Sobre Iúri Moreira 577 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*