Saiba como manter a casa segura no período de férias sem gastar muito

casa segura

Manter a família e a casa segura é uma das grandes preocupações dos brasileiros, principalmente nas férias de final de ano, quando a maioria das famílias vão viajar e deixam seus lares vazios. O índice de violência, especialmente em grandes cidades, continua assustando: segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, 54 imóveis são assaltados por dia, em média, na capital paulista. Somente no ano passado, foram 10.905 crimes à residência no Estado, um índice 8,5% maior do que o registrado em 2015. A cada hora, pelo menos um lar paulista é invadido. E outras cidades não ficam de fora e engrossam ainda mais as estatísticas negativas.

Aliados na hora de deixar a casa segura, alguns equipamentos, como as câmeras de monitoramento, são bastante procurados. Porém, até pouco tempo, esses dispositivos ficavam fora do alcance de muitas famílias pelo alto investimento necessário em produtos e instalação. Mas este cenário está mudando com a expansão e popularização das novas tecnologias.

Listei alguns produtos e soluções que irão ajudar na segurança residencial e condominial sem precisar investir muito.

Câmeras Wi-Fi: 

As câmeras Wi-Fi têm instalação facilitada, e não é necessário quebrar paredes e passar vários cabos, nem modificar a estrutura dos ambientes. Isso porque, para funcionar, elas precisam apenas de conexão à internet e uma tomada. Podem ser utilizadas em ambientes internos e externos: entrada principal, garagem, jardim, área de lazer, sala, cozinha, escritório etc.

Outra facilidade é ter acesso às câmeras via smartphone, receber notificações por movimento, visão noturna, zoom, imagens HD e a possibilidade de acompanhar na hora tudo o que estão captando. Além da visualização de imagens em tempo real, as câmeras Wi-Fi também podem gravar imagens em Full HD. Basta adicionar o cartão de memória específico para essa solução, e ter suas imagens arquivadas.

Fechaduras Digitais:

fechadura digital proporciona maior praticidade e facilidade para entrar e sair de casa, pois dispensa totalmente o uso de chaves. Ou seja, você não corre o risco de alguém ‘arrombar’ a porta com uma chave-micha, como acontece nas fechaduras convencionais.

Isso porque, as fechaduras digitais possuem alta resistência a impactos e funcionam através de senhas (teclado touch), chaveiros ativados por RFID (identificação por radiofrequência) ou biometria. São encontrados modelos de embutir e de sobrepor. Entre as funções das fechaduras digitais para deixar a casa segura podemos destacar: 

- Sensor de fechamento automático – realiza o travamento automático da porta, ideal para quem costuma esquecer a porta aberta ou, até mesmo, para aqueles que estão sempre com as mãos ocupadas;

- Alarme antiarrombamento – em casos de tentativas de arrombamento da porta ou cinco erros sucessivos da senha é acionado um alarme sonoro;

- Função Não perturbe – permite que o usuário desabilite a abertura da fechadura pelo lado de fora quando quiser mais privacidade, por exemplo.

Sensores de presença para iluminação:

sensor de presença para iluminação é acionado automaticamente sempre que detecta movimentos dentro do seu alcance. Se houver pessoas, animais ou carros em movimento em um determinado espaço coberto por ele, a luz se acende; quando saem daquele local, apaga-se. Ao ser colocado nas áreas externas, como varandas, jardins e na entrada da garagem, vai anunciar a presença de pessoas ou carros. As luzes acesas servirão como um alerta toda vez que alguém se aproximar e podem, inclusive, intimidar um possível invasor. Existem modelos de sensores de presença que podem ser instalados como soquetes, da mesma forma que uma lâmpada é colocada.

Um ponto importante dos sensores de iluminação é a configuração do tempo que a lâmpada permanecerá acesa após o dispositivo detectar o último movimento (geralmente entre 10 segundos e 5 minutos). Assim, ele acenderá a luz e só a desligará quando passar o tempo ajustado e não for detectado mais nenhum movimento nesse intervalo.

Nos dias atuais, com os índices de violência altíssimos, temos que tomar mais cuidados para manter nossas casa segura e família mai protegida, especialmente na época do final de ano quando a maioria de nós viaja. Com as dicas acima, tenho certeza que o seu lar ficará mais seguro sem gastar muito.

Por Diego Serra, Gerente de Segurança Home & Office da Intelbras e trabalha na empresa desde 2007.

 

 

Sobre Iúri Moreira 664 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*