SAP foca no cliente e apresenta quarta geração de CRM no Brasil

SAP

Com a presidente da SAP Brasil Cristina Palmaka no papel de anfitriã, a palestra de abertura da 22ª edição do SAP Forum Brasil marcou o lançamento oficial da suíte C/4 Hana no País. A plataforma, que já havia sido lançada oficialmente durante o SapphireNow em junho, atende pilares de marketing, operação do comércio, dados de clientes, vendas e serviços e é voltada para contemplar o engajamento entre comércio e cliente.

A solução de CRM (Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente) chega assim à sua quarta geração para cumprir o Intelligent Enterprise, conceito que engloba ferramentas tecnológicas que integram soluções e criam oportunidades de negócios mais inteligentes. O C/4 Hana incorpora a Hybris (plataforma de gestão de e-commerce), a Gigya (software de gerenciamento de identidades de clientes) e a Callidus, solução na nuvem que oferece dados em tempo real sobre preços, incentivos e informações.

Como exemplo, a montadora Renault e a rede atacadista Makro marcaram presença no palco, através de Angelo Figaro Egidio, CIO da Renault-Nissan na América Latina, e Eric Pell, líder de CRM no Makro. Juntamente com Cristina e Alex Atzberger, líder de Customer Experience da SAP, as empresas contaram como utilizaram aspectos do C4/Hana e os benefícios obtidos.

No caso da Renault, o lançamento do Kwid beneficiou-se da criação do K-Commerce, plataforma que facilitou o processo de compra do automóvel e que foi criada em menos de 45 dias. Através dela, o comprador pode, entre outras coisas, personalizar, avaliar e decidir onde quer retirar o veículo. Já o Makro, que opera no Brasil desde 1972, tinha como necessidade rever seu papel no mercado e entender o impacto do atacarejo no País. “Foi feito um trabalho de coleta de dados e de criação de modelos de propensão. O passo um foi melhorar a performance de estratégia de marketing e agora trabalhamos para suportar a força de vendas e lojas”, comentou Pell.

Laura – Parte do SAP Open Ecosystem Build, comunidade aberta para parceiros desenvolvedores de aplicativos, o robô Laura foi outro destaque, desenvolvido para prevenir a sepse, reação desregulada ou exagerada do sistema imunológico a uma infecção e que provoca uma disfunção orgânica. De acordo com o CEO da startup, Jacson Fressatto, Laura utiliza computação cognitiva para fazer a gestão dos processos, possibilitando que o sistema aprenda e tome decisões baseado em dados. “A Laura salva hoje no mínimo uma vida por dia e processa milhares de informações a cada 3,8 segundos, quando o tempo padrão sem a tecnologia seria de em média 3h20”, explicou.

A plataforma suporta diversas interfaces e sistemas em uma só ferramenta, além de poder ser acessada por computadores, tablets e smartphones. Sua comunicação se dá através de notificações, e-mails e SMS. “A SAP entende a importância estratégica da aplicação da tecnologia para melhorar e tornar os negócios inteligentes. O projeto Laura é um ótimo exemplo de como a tecnologia pode potencializar o impacto positivo na vida das pessoas”, comentou Cristina Palmaka.

Encerrando as atividades no palco principal, o Chief Designer e futurista Martin Wezowski falou sobre como as tecnologias emergentes Machine Learning, Big Data, Blockchain e Internet das Coisas estão mudando o caminho das companhias na busca de se tornarem empresas relevantes e inteligentes. Com direito a solo de guitarra e Inteligência artificial mimetizando a genialidade dos Beatles, Wezowski inspirou os presentes a pensar exponencialmente em como mapear, construir e inspirar o futuro em que a sociedade deve viver.

Roda gigante – A SAP utilizou uma roda gigante de 20m de altura na entrada do Forum para apresentar seu conceito de empresa inteligente. Aplicado a um parque de diversões, o portfólio de soluções SAP ajuda a impulsionar a receita do entretenimento e diminuir os custos operacionais. Além do segmento de parque diversões, a SAP demonstrou como empresas de outros mercados podem executar seus processos administrativos de maneira eficiente e automatizada, permitindo o foco no fornecimento da melhor experiência ao cliente.

O portfólio de soluções SAP pode oferecer suporte a processos de gerenciamento de compras e cadeia de suprimento enxutos e eficazes, mantendo, ao mesmo tempo, um trabalho suficiente e sob demanda. Processos simplificados eliminam a necessidade de intervenção manual, além de ter uma visão central de todos os dados que permite avaliar cada operação e melhorar o desempenho.

“A plataforma digital é a base fundamental para coletar e integrar dados de ativos, sensores, sistemas internos e provedores externos. As tecnologias inteligentes podem ser aplicadas em todos os tipos de negócios e permitem utilizar os dados para deixar a experiência do cliente agradável e divertida”, disse Fernando Migrone, diretor de Marketing da SAP Brasil.

Iúri Moreira viajou para São Paulo (SP) a convite da SAP.

Sobre Iúri Moreira 594 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*