Software pernambucano, Fusion DMS reduz gasto com combustíveis

Fusion DMS

Como driblar o impacto dos constantes aumentos dos combustíveis para o caixa das empresas? A tecnologia pode ser uma das respostas. Desenvolvido no Porto Digital, o Fusion DMS é uma solução que apresenta diversas soluções para reduzir os custos nas frotas de caminhões de todo o País. Entre as funcionalidades, o aplicativo reduz o uso de combustíveis, geomonitora os motoristas responsáveis pelas cargas e otimiza a rota e logística de transportes para as empresas. Hospedado na nuvem, o Fusion DMS ainda oferece módulos integrados como o roteirizador, que realiza o planejamento das entregas e suas variáveis para gestores e motoristas.

De acordo com o CEO da empresa, Emílio Saad Neto, na prática, o software roteiriza e otimiza o caminho das frotas, dizendo, por exemplo, se há protestos ou acidentes nas estradas, trânsito nas cidades, etc. “Com isso, as cargas sempre são feitas em tempo reduzido e com o menor uso de combustíveis. Além disso, a solução ‘geomonitora’ os motoristas das empresas, fazendo o controle do ponto e das entregas, o que gera um aumento da produtividade no trabalho. Por fim, o algoritmo da tecnologia possibilita que os gestores ou diretores comerciais tenham acesso, em tempo real, aos complexos processos logísticos nos transportes das empresas”, explica.

Segundo ele, o cliente que contrata o serviço do Fusion DMS passa a ter um módulo de roteirização para fazer o planejamento das entregas, que inclui a divisão dessas entregas entre os veículos das empresas, a montagem dessas cargas e sequenciamento de tais entregas, como cálculos das rodovias, horários estimados de entrega. “Depois disso, o software passa a monitorar a execução de cada uma dessas entregas e itinerários dos veículos. Então, via rastreamento no smartphone ou pela integração do sistema, será auditado automaticamente, para o diretor ou gestor comercial ou de logística da empresa, se o motorista está seguindo o planejamento”, explica.

O diretor comercial Marcelo Gomes complementa: “O uso do software faz com que as empresas gastem menos combustível nas entregas, cujos preços só sobem ultimamente. E a previsão, segundo os economistas, é que alta no mercado continue pelo menos até o fim do ano, portanto, as empresas que não saírem na frente em busca de soluções ou alternativas para o imbróglio já instaurado com a escassez da gasolina, etanol e diesel nos postos, certamente estarão com menos vantagem competitiva e lucros minimizados”, avisa.

Para integrar o sistema ao GPS, são mais de 30 parcerias com empresas de rastreamento. “Autotrac, Sascar, Positron e Omnlink são alguns exemplos de empresas de rastreamento que já temos integração, para podermos ter os dados das entregas realizadas pelos motoristas. Essa integração acontece em tempo real, ou seja, o delay é de apenas quatro segundos entre o que o motorista está fazendo e o desvio gerado pelo Fusion DMS (Delivery Management System)”, revela Saad.

A empresa pernambucana atua desde maio de 2014 e já conta com 250 clientes distribuídos em 22 estados, abrangendo todas regiões do País, acumulando um crescimento de 104% no faturamento de 2016 para 2017 e de 431% no anterior. Para este ano, a expectativa é duplicar o faturamento e chegar na casa dos sete milhões. Também está nos planos uma expansão internacional e novas parcerias estratégicas.

Sobre Iúri Moreira 595 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*