TeamViewer na luta contra o câncer infantojuvenil no Brasil

Teamviewer

Fundada em 1994 pela engenheira Sônia Neves e seu esposo Chico Neves, que no início dos anos 90 viveram a tragédia de perder o filho mais novo para o câncer, a Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro é a primeira organização sem fins lucrativos do Brasil e da América Latina a dar atenção integral e gratuita, com hospedagem, alimentação e transporte, a crianças de 0 a 18 anos em tratamento de neoplasias em hospitais conveniados, com apoio do software TeamViewer.

Localizada no bairro do Maracanã, a Casa segue os padrões internacionais de instalação e operação ditados pelo projeto social Casas Ronald, da rede de lanchonetes McDonald’s. A estrutura é invejável, capaz de dar hospedagem a 57 crianças acompanhadas de um parente próximo. A Casa é dividida em dois prédios na Rua Pedro Guedes. O da hospedaria oferece quartos modernos e confortáveis, integralmente adaptados às necessidades dos pacientes, além de quatro refeições diárias, atividades recreativas e apoio psicológico.

Microonibus saem de hora em hora para levar as crianças para consultas e sessões de quimioterapia, radioterapia e fisioterapia. Do outro lado da rua, o segundo prédio acomoda os departamentos Financeiro, Comunicação e Desenvolvimento Institucional, entre outros voltados à administração. No total, mais de 50 funcionários se dividem entre os dois imóveis - e a instituição conta ainda com um número superior a 300 voluntários, a maioria alocada na hospedagem e nos cuidados com as crianças.

Daniel Gadelha é um ex-voluntário que se encantou com o trabalho da ONG e hoje integra como profissional formado em Desenho Industrial, Design Gráfico as equipes de Comunicação e Desenvolvimento Institucional da Casa. Entre suas funções está a criação dos materiais de comunicação e de artes gráficas para uso interno e eventos.

Para otimizar o trabalho, Daniel precisava de uma ferramenta para acessar seus projetos quando em reunião ou eventos fora do escritório. Apaixonado por computadores desde criança, ele encontrou no software de acesso remoto TeamViewer, da companhia alemã homônima, a solução perfeita para suprir suas demandas. “Além de poder logar e acessar remotamente computadores de qualquer lugar e em qualquer horário, seja via PC, laptop ou dispositivos móveis, o TeamViewer é seguro e provê uma excelente qualidade das imagens – requisito fundamental para o trabalho que faço na Casa”, revela o criativo.

Outro ponto forte do TeamViewer é a velocidade de resposta da ferramenta, sem delay, durante o acesso remoto. “É um programa rápido, seguro, extremamente intuitivo e tem um suporte incrível a multimonitores e múltiplas janelas – e olha que eu trabalho com três monitores na Casa Ronald e com outros dois quando estou em casa”, diz Daniel.

Além do departamento de Comunicação e Desenvolvimento Institucional, o TeamViewer está presente em outros setores da Casa. A própria presidente, Dona Sônia, de 64 anos, é uma grande entusiasta do TeamViewer 14, que usa de sua casa para aprovar pagamentos e acessar documentos relacionados ao Financeiro. “Há pouco tempo ela soube que existe uma versão mobile do programa e já pediu uma aula, dizendo que está ansiosa para usar o TeamViewer no celular”, revela Daniel.

Rapidez e Estabilidade - A implantação do TeamViewer na Casa Ronald foi realizada por Edilson Martins Junior, Assistente de TI que atua há 3 anos na instituição. Segundo ele, o procedimento foi fácil, rápido e intuitivo. A primeira fase contemplou 13 computadores, 1 notebook e dois celulares. Já a segunda, programada para um par de semanas, será realizada em dispositivos móveis.

Atualmente, cerca de 70 pessoas são usuárias TeamViewer nos departamentos de Comunicação, Financeiro, Gerência e TI, além de Presidência, Diretoria, Conselho (dentro e fora da instituição) e Secretaria. As tarefas desempenhadas são as mais variadas possíveis, desde transferência de arquivos e aprovações do financeiro e do sistema de estoque a conferências, produção de artes e suporte, entre outras. “É gratificante e extremamente produtivo saber que posso agora fazer tudo da minha sala, sem necessidade de ir de um prédio ao outro para resolver problemas como instalação de impressoras e drivers e atualizações de sistemas, entre outros”, diz Junior.

Para o assistente de TI, a estabilidade e a rapidez do TeamViewer são fatores que fazem da solução a mais avançada do mercado, “muito superior aos concorrentes”. Outros destaques ficam por conta da economia de tempo e dinheiro e o aumento da produtividade. “O TeamViewer facilita nossas rotinas de trabalho e nos ajuda a poupar tempo e recursos para que possamos focar ainda mais em nossa missão de oferecer qualidade de vida para crianças e adolescentes em tratamento de câncer”.

Daniel Gadelha, do setor de Comunicação e Desenvolvimento Institucional, vai além. “Gosto de pensar que o TeamViewer já faz parte da nossa história, afinal cada arte que faço e que nos ajuda nos projetos que sustentam nosso trabalho e a Casa Ronald tem um pedacinho da solução”.

Finn Faldi, Presidente da TeamViewer Américas, também comemora a parceria. "Estamos muito felizes por nossa tecnologia estar ajudando a Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro em seu incrível trabalho de combate ao câncer infantojuvenil no Brasil”, diz o executivo. “Este é outro exemplo de como o nosso programa TeamViewer for Good está tendo um impacto global positivo ao apoiar importantes instituições de caridade locais”.

Além de hospedagem, alimentação, assistência psicossocial e transporte para tratamento das crianças de 0 a 18 anos, a Casa Ronald do Rio de Janeiro realiza parcerias para auxílio-cesta básica às famílias, para reformas em casas de pacientes que vivem em condições insalubres e para fornecimento de fogões, geladeiras e outros artigos de necessidade. Grande parte dos assistidos pela ONG estão abaixo da linha da pobreza.

Para saber mais sobre a Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro e o projeto social mundial fundado com o apoio da rede McDonald’s, acesse https://www.casaronald.org.br

Sobre Iúri Moreira 675 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*