Vídeo: testamos o controle CH Combatstick e o X-plane 11

X-plane 11

Lançado em 2017 no Brasil pela Boxware, o X-plane 11, da norte-americana Laminar Research, é o que existe de mais avançado quando o assunto é simulador de vôo. Só para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, as simulações no X-Plane valem como horas de voo para pilotos – e até a NASA já usou o X-Plane para simulações de voos em Marte. Por isso mesmo, para poder usufruir do software em toda sua glória, foi necessário um joystick à altura. No caso, utilizamos o Combatstick, da CH Products, gentilmente cedido pela Bianch Pilot Shop, maior loja de produtos para aviação do País.

X-plane 11

A franquia X-Plane possui uma legião de fãs, entre pilotos amadores e profissionais a geeks, nerds e aficionados por aviação. “O X-Plane é cultuado em todo o mundo porque consegue atender tanto os entusiastas quanto os profissionais”. diz Alexandre Salles, piloto que iniciou sua formação aeronáutica em São Paulo aos 17 anos de idade e atualmente é formado como Piloto Privado, Piloto de Ultraleves e igualmente ministra instrução teórica. “Boa parte dos simuladores de helicópteros homologados pela ANAC, por exemplo, utilizam exclusivamente o software, que é o que melhor atende aos requisitos de fidelidade de voo requeridos para esse tipo treinamento de pilotos reais”.

Com preço na casa dos R$ 200,00, o X-plane 11 impressiona pelo nível de detalhamento gráfico das aeronaves. Mas para aproveitar ao máximo, é preciso uma máquina poderosa.

Os requisitos mínimos são:

Sistema operacional: Windows 7, 8.1 e 10
Processador: Dual Core Intel Core i3, i5, i7
Memória RAM: 8 GB
Placa de vídeo: 512 MB
DirectX: 11
Armazenamento: 20 GB

Já a configuração recomendada é:

Sistema operacional: Windows 7, 8.1 e 10
Processador: 3.5 GHz Intel Core i5 6600K
Memória RAM: 16 GB
Placa de vídeo: 4 GB
DirectX: 12
Armazenamento: 65 GB

Além disso, a nova versão do X-plane 11 inclui:

• Nova interface intuitiva de usuário e configuração de controle
• Frota revisada com documentação pormenorizada, além de novas aeronaves que exploram detalhes mínimos, desde a engrenagem de câmbio até os rebites
• Exteriores de alta resolução e cockpits 3-D detalhados para cada modelo de aeronave
• Cabines preparadas para o IFR
• Novos cenários auto-gen globais com detalhamentos em territórios europeus e norte-americanos
• Novos e mais recentes cenários globais e estradas OpenStreetMap
• Mais de 3 mil aeroportos com edifícios tridimensionais, pontes telescópicas, hangares e paisagens , com pessoas r, veículos de serviço dinâmico circulando pelos locais, aeronaves estáticas, reboques pushback e caminhões de combustível
• Novo mecanismo de renderização para iluminação, sons e efeitos de água
• Efeitos climáticos e atmosféricos atualizados
• Desempenho aprimorado do moderno motor de 64 bits
• Seção Flight School, com tutoriais de voos e navegação que permitem treinar decolagens, aterrissagens er navegação ILS em vários tipos de aeronaves

O X-Plane 11 roda tanto em Windows como em Mac e está disponível em DVD, com oito mídias, pelo valor suerido de R$ 229,90, no varejo nacional.

 

CH Combatstick USB

Apesar de sua aparência desatualizada (parece um controle saído dos anos 80), o Combatstick USB não decepciona. Compatível com todas as versões do Windows desde o 98 e Mac OSX, O joystick oferece três eixos e 18 botões, sendo seis botões comuns, um botão directional com quatro posições e um botão POV (ponto de vista) com oito posições. O joystick tem aquele estilo tradicional de manche de caça e preço de R$ 890,00 na Bianch Pilot Shop.

Prós:
– Movimentos muito precisos
– Plástico de alta qualidade
– Botões transmitem segurança, não parece que vão quebrar facilmente
– Software Control Manager Software (via download), através do qual é possível personalizar todos os botões
– Possibilidade de escrever “scripts” e automatizar funções (ex: em 100% acelerador pressione o botão x)
– Plug-n-play
– Pode facilmente ser utilizado com outros throttles/ joysticks sem conflito, ou seja, é possível utilizar mais de um controlador em um único jogo

Contras:
– Joystick é um pouco grande demais, você vai precisar de espaço
– O deadzone poderia ser melhor: no limite do manche você pode perceber que os comandos não respondem tão bem, mas é fácil de se acostumar
– Preço salgado

Ficha Técnica:

– 3 Eixos e 18 botões
– Eixo X, Y e Z para controle de aileron, elevator e throttle
– 6 botões comuns programáveis
– 1 botão com 4 posições programáveis
– 1 botão POV com 8 posições programáveis.
– 2 botões rotativos para controle preciso de ailerons e elevators
– Base larga e estável com pés antiderrapantes
– Produto Plug e Play (para drivers atualizados acessar o site da CH Products chproducts.com) USB com cabo de 2 metros.
– Compatível com Windows 98, 2000, XP, Vista, 7, 8, 10 e Mac OSX
– Disponível em Bianch Pilot Shop

Sobre Iúri Moreira 704 Artigos
Jornalista, músico, fotógrafo, marido de Isabela, pai de Arthur, fã dos Beatles e do Iron Maiden. Geek e cinéfilo, também é viciado em seriados e games. Nas horas vagas, pode ser encontrado gravando no homestudio, mexendo na moto, cozinhando ou desmontando algum equipamento eletrônico.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*